Polo de Formação Profissional em Reuso de Eletroeletrônicos

O Polo de Formação Profissional em Reuso de Eletrônicos nasceu para oferecer formação gratuita para jovens e adultos em situação de vulnerabilidade das comunidades do Recife e da Região Metropolitana, além de potencializar ações de coletivos, entidades e projetos sociais que atuam com empreendedorismo social, tecnologias digitais e sustentabilidade. O projeto é fruto da fusão entre o Instituto Intercidadania com o Centro Marista Circuito Jovem do Recife e da conexão com o Instituto de Inovação e Economia Circular, o Governo de Pernambuco, a Associação Brasileira de Reciclagem e Inovação e o Softex Recife.

A unidade recebeu investimento social da Fundação Banco do Brasil no valor de R$ 758 mil para ampliação no atendimento aos jovens, com oferta de cursos de capacitação profissional e aperfeiçoamento tecnológico. O Centro foi implantado na área de Tecnologia Social do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC) do Recife, em Apipucos, e ainda instalou 30 ecopontos na Região Metropolitana do Recife para recolher e processar mais de 60 toneladas de lixo eletrônico, capacitar e formar mais de 400 jovens – incluindo uma turma exclusiva com 30 refugiados venezuelanos -, além de doar 400 computadores.

O projeto também estimulou o reaproveitamento de equipamentos de tecnologia e o seu adequado reuso, como a remanufatura e reciclagem pós-consumo, criando assim uma cadeia em sinergia com empresas, negócios de impacto social, organizações não-governamentais e outras entidades parceiras que já atuam no setor.

Notícias Relacionadas:

Deixar uma resposta